Portabilidade de Planos de Saúde: Um Guia Completo

A portabilidade de planos de saúde é um direito do consumidor garantido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Ela permite que os beneficiários de planos de saúde individuais ou familiares mudem de plano sem a necessidade de cumprir novamente a carência. Neste artigo, vamos explorar em detalhes o que é a portabilidade, quais são os requisitos e como fazer a portabilidade de planos de saúde.

O que é a Portabilidade de Planos de Saúde?

A portabilidade de planos de saúde é um processo que permite aos beneficiários de planos de saúde individuais ou familiares mudarem para um plano compatível sem a necessidade de cumprir novamente a carência. Isso significa que você pode mudar de plano de saúde sem ter que esperar para usar os serviços médicos cobertos pelo seu novo plano.

Quem pode fazer a Portabilidade?

Para fazer a portabilidade de planos de saúde, é necessário cumprir alguns requisitos:

  1. Tipo de Plano: O plano atual deve ter sido contratado após 1º de janeiro de 1999 ou ter sido adaptado à Lei dos Planos de Saúde (Lei nº 9.656/98).
  2. Status do Plano: O contrato deve estar ativo, ou seja, o plano atual não pode estar cancelado.
  3. Pagamento em Dia: O beneficiário deve estar em dia com o pagamento das mensalidades.
  4. Prazo de Permanência: O beneficiário deve cumprir o prazo mínimo de permanência no plano: 2 anos no plano de origem ou 3 anos se tiver cumprido Cobertura Parcial Temporária (CPT) para uma Doença ou Lesão Preexistente.
  5. Preço do Plano: O plano de destino deve ter preço compatível com o seu plano atual.

Como Fazer a Portabilidade de Planos de Saúde?

A portabilidade de planos de saúde é um processo que envolve algumas etapas. Aqui está um passo a passo de como fazer a portabilidade:

  1. Verifique os Requisitos: Antes de mais nada, verifique se você cumpre os requisitos necessários para fazer a portabilidade de carências.
  2. Consulte o Guia ANS: Consulte o Guia ANS de Planos de Saúde para identificar o seu plano de origem e verificar quais são os planos de saúde compatíveis com o seu para fins de portabilidade de carências.
  3. Escolha o Novo Plano: Depois de escolher o novo plano ao qual deseja aderir, dirija-se à operadora munido da documentação exigida e solicite a proposta de adesão.
  4. Aguarde a Resposta: Aguarde a resposta da operadora do plano de destino, que terá até 10 dias para analisar o pedido. Se a operadora não responder no prazo acima, a proposta de portabilidade de carências será considerada aceita.
  5. Finalize o Processo: Depois de finalizado o processo, entre em contato com a operadora do plano de origem para informar que exerceu a portabilidade de carências e solicite o cancelamento do plano em até 5 dias do início do novo plano.

A portabilidade de planos de saúde pode ser uma estratégia eficaz para reduzir o valor do seu plano de saúde.

Aqui estão algumas maneiras de como isso pode ser possível:

  1. Escolha um Plano Compatível: A portabilidade de carências permite que você mude para um plano compatível sem a necessidade de cumprir novamente a carência. Isso significa que você pode escolher um plano que ofereça os mesmos benefícios que o seu plano atual, mas a um custo menor.
  2. Negocie com a Operadora: Se você está considerando a portabilidade, é uma boa ideia entrar em contato com a operadora do plano de destino e negociar as condições do novo plano. Você pode ser capaz de obter um preço melhor ou condições mais favoráveis.
  3. Aproveite a Concorrência: A portabilidade de planos de saúde aumenta a concorrência entre as operadoras, o que pode levar a preços mais baixos. Ao fazer a portabilidade, você pode aproveitar essa concorrência para obter um plano de saúde mais barato.
  4. Considere Planos com Menos Coberturas: Se você não usa todas as coberturas do seu plano atual, pode ser vantajoso mudar para um plano com menos coberturas e, consequentemente, mais barato. No entanto, é importante garantir que o novo plano ainda atenda às suas necessidades de saúde.
  5. Migração para Planos Mais Novos: A migração é a troca de um plano de saúde contratado até 1º de janeiro de 1999 por outro plano de saúde, vendido pela mesma operadora, que já esteja de acordo com Lei nº 9.656 de 1998. Esses planos mais novos podem ter preços mais competitivos.

Lembre-se, é importante pesquisar e comparar diferentes planos antes de fazer a portabilidade. Conte com um de nossos corretores para tirar dúvidas e escolher o melhor plano de saúde que se encaixe ao seu perfil.

Conclusão

A portabilidade de planos de saúde é um direito importante que permite aos consumidores mudarem de plano de saúde sem a necessidade de cumprir novamente a carência. No entanto, é um processo que requer atenção aos detalhes e compreensão dos requisitos e procedimentos envolvidos.

Para a portabilidade do seu Plano de Saúde conte sempre com um corretor de planos de saúde especializado para ajuda-lo, CONTE COM A MONTE LIFE!

Scroll to Top